sábado, 21 de janeiro de 2012

Cavaco "bombardeado" no Facebook

As polémicas declarações de Cavaco Silva sobre o valor das suas reformas ainda não fizeram 24 horas e a sua páginas oficial do Facebook já tem mais de 1500 reacções à controvérsia. O Presidente da República queixou-se nesta sexta-feira do que vai receber de reforma.

"Neste momento já sei quanto é que irei receber da Caixa Geral de Aposentações. Descontei quase 40 anos uma parte do meu salários para a CGA como professor universitário e também descontei durante alguns 30 anos como investigador da Fundação Calouste Gulbenkian e devo receber 1300 por mês, não sei se ouviu bem, 1300 euros por mês", declarou Cavaco Silva. "Tudo somado, o que irei receber do Fundo de Pensões do Banco de Portugal e da Caixa Geral de Aposentações quase de certeza que não vai chegar para pagar as minhas despesas porque como sabe eu também não recebo vencimento como Presidente da República."

 As declarações foram abertura do "Jornal da Noite", da SIC, e manchete em vários jornais deste sábado. Mas, por essa altura, já o Facebook do Presidente da República estava inundado de críticas. Gente indignada, conselhos para que "não viva acima das suas possibilidades" e casos concretos de pensões de miséria têm tornado esta na primeira grande situação de crise da página de Cavaco Silva no Facebook.

Sem comentários:

Enviar um comentário