quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

O que é que o MySpace e os jornais têm em comum?

A notícia do despedimento de 47% dos funcionários do MySpace chega acompanhada de uma outra. A News Corp., proprietária da rede social, está a tentar encontrar um comprador numa altura em que, digo eu, não devem abundar ofertas.

Como se passa de uma rede social florescente a uma empresa desesperadamente à procura de comprador? A notícia do Mashable faz lembrar demasiado a história que lemos tantas e tantas vezes em relação aos jornais, sobretudo os diários - em Portugal e noutros países. E a resposta para um caso e para o outro poderá bem ser a mesma: estagnação, ignorar a concorrência e, acima de tudo, não acompanhar os desejos de consumidores cada vez mais exigentes. É o trio que enterra qualquer empresa nos dias que correm.

Sem comentários:

Enviar um comentário