quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Dez momentos nas redes sociais em 2010

O "Huffington Post" fez a sua lista dos dez momentos mais importantes nas redes sociais em 2010.

Mark Zuckerberg, Kanye West e Tiger Woods são algumas das personalidades públicas que entram na lista.

Ensitel: o que não fazer nas redes sociais (II)

A novela Ensitel continua nas redes sociais sem perspectivas de melhorias para a marca. Um segundo comunicado, publicado esta quarta-feira no Facebook - eram 5h12 da tarde -, está a ser bombardeado pelos internautas com críticas cada vez mais duras.

Mais uma vez, a estratégia da companhia não deu resultado. O assunto foi avivado no Twitter e este é já, sem dúvida, o caso português mais expressivo de uma situação de crise de uma marca nas redes sociais.

O advogado Manuel Lopes Rocha disse à Agência Lusa que este é um exemplo de que a Justiça é, nos dias que correm, "um espectáculo como outro qualquer". Na realidade, é muito mais do que isso: é a prova que faltava a muitos da revolução profunda que a internet trouxe.

"A internet destrói todos os tradicionais pontos de controlo", escreve Jeff Jarvis no seu "O Que Faria o Google?". O caso Ensitel é a manifestação disso e da urgência das companhias - as que querem sobreviver, pelo menos - em mudarem radicalmente de estratégias, abrindo um diálogo honesto e real com os clientes. Porque, como também escreve Jeff Jarvis, "ouvir os clientes é, na verdade, a forma mais perfeita de marketing que pode haver".

Em reacção ao caso Ensitel, estão na internet várias análises e conselhos. Ficam os links para alguns:
- Gestão de crise da Ensitel - Active Media
- Anatomia de uma crise: o caso Ensitel - Alda Telles ("Briefing")
- Novas desigualdades: uma lição do caso #ensitel - Paulo Querido ("Correio da Manhã")
- Blogues, Twitter e Ensitel - Helena Garrido ("Jornal de Negócios")
- Saio em defesa da Ensitel - Luís Paixão Martins ("Lugares Comuns")

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Ensitel: o que não fazer nas redes sociais

(Actualizada às 19h25)

A hashtag #Ensitel foi usada 1218 vezes nas últimas 12 horas em Portugal (dados do Twitter Portugal recolhidos às 19h13). O recurso aos tribunais por parte da empresa, em reacção aos posts da cliente Maria João Nogueira no seu blogue, transformou-me num autêntico pesadelo para a marca.

Chovem críticas no Twitter, no Facebook - incluindo na própria página da Ensitel - e na blogosfera contra a empresa. O recurso aos tribunais - para que sejam apagados do blogue Jonasnuts.com, de Maria João Nogueira, os posts que a Ensitel considera difamatórios - não caiu bem aos internautas. O resultado no tribunal ainda não se conhece, mas pode dizer-se que já há um perdedor: vamos certamente ouvir falar muito da Ensitel em Portugal como um exemplo do que uma marca não deve fazer nas redes sociais.

Se as coisas já estavam difíceis para a Ensitel, esta tarde pioraram. O comunicado publicado pela empresa na sua página oficial do Facebook foi alvo de um autêntico ataque por parte dos internautas - do texto consta aliás um "Twiter" que ajudou às críticas quanto ao desconhecimento da empresa sobre o que são as redes sociais. O caso é o grande favorito para o tiro no pé português nas redes sociais em 2010.

Entretanto, foi criada uma página nova no Facebook chamada "Nunca Mais Compro Nada na Ensitel" que, às 19h11, contava já com 899 fãs. E também já há um vídeo no YouTube, com 374 visualizações e 34 "likes" (às 19h25).


Algumas notícias sobre esta história:
"Queixou-de de empresa em blogue e acabou em tribunal" - TVI24
"Ensitel enxovalhada nas redes sociais" - Expresso Online
"Empresa enfrenta chuva de críticas por intimar ex-cliente a apagar textos de blogue" - Público Online

Redes sociais: os grandes tiros no pé em 2010

Embora considerado por muitos o ano das redes sociais, 2010 também contou com grandes falhanços. Quem arrisca não petisca, já se sabe - e o ditado ganha ainda mais sentido numa área em ebulição como a dos media - mas estas apostas nunca conquistaram muitos fãs.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Borá, a caminho dos 100% no Facebook

Borá é uma pequena cidade no estado de São Paulo, no Brasil, de quem praticamente ninguém ouviu falar. Mas isso está prestes a mudar à conta de uma acção de marketing de guerrilha. Borá, com apenas 805 habitantes, quer tornar-se na cidade com maior taxa de penetração do Facebook em todo o mundo. Já vai nos 35%, mas quer chegar aos 100.

O desafio foi lançado pela Espalhe, agência de marketing de guerrilha, e faz parte do lançamento do Halls XS. A marca não só distribuiu o novo produto por todos os habitantes da cidade mais pequena do Brasil como agora anda a recolher dados para que todos, mas mesmo todos, passem a ter uma conta no Facebook.

- A China, por exemplo, tem muita gente, mas ficou para trás há muito tempo, pode ler-se no blogue da Espalhe, a propósito da percentagem de habitantes de Borá inscrita no Facebook.

A saga de Borá vai sendo acompanhada na maior rede social do planeta.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Julian Assange recebe 1,5 milhões de dólares por autobiografia

Julian Assange vai escrever a sua autobiografia em troca de 1,5 milhões de dólares (1,1 milhões de euros), noticia o site The Next Web. O fundador da WikiLeaks disse ao "The Sunday Times" que não queria escrever o livro, mas foi a única forma que encontrou para pagar os custos da sua defesa em tribunal - está a ser acusado de assédio sexual na Suécia.

- Eu não quero escrever este livro, mas tenho de o fazer, disse Assange. - Já gastei mais de 200 mil libras em custos legais e tenho de me defender e de manter a WikiLeaks à tona.

O negócio foi feito com uma editora norte-americana e outra inglesa. O dinheiro vai directamente para o autor, que tem visto muitas das suas contas canceladas nos últimos tempos.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Redes sociais: o El Dorado para quem procura emprego?

Será que a explosão de empregos relacionados com a gestão das redes sociais está para ficar ou vai acabar daqui a uns meses? A pergunta, feita pela CNN, parece pertinente. Porque já diz o ditado que gato escaldado de água fria tem medo e quem gosta de internet ainda se lembra muito bem da bolha dot-com de 2000.

O texto da CNN é interessante porque ouve diferentes pessoas ligadas directa ou indirectamente ao sector. Para ler aqui.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

2011: o que vem lá, segundo António Granado

António Granado antecipou, em declarações à "Meios e Publicidade", as tendências para 2011 na área dos media. Diz, entre outras coisas, que quem não faz conteúdos de qualidade vai dar um grande tiro no pé ao apostar nos acessos pagos.

Vale a pena ler.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Natal digital português faz sucesso na CNN e no Huffington Post

O vídeo foi feito por uma empresa portuguesa, a Excentric, mas, neste momento, já pertence ao mundo. Depois de muito partilhado nas redes sociais, a versão inglesa do vídeo "História do Natal Digital" - intitulada "The Digital Story of the Nativity" - chamou a a atenção da CNN e do Huffington Post.

O presidente da Excentric, Miguel Figueiredo, falou à CNN sobre o vídeo. Revelou, aliás, que tem sido contactado por várias igrejas que querem partilhar nos seus sites o clipe.

No Huffington Post, a história também mereceu uma notícia publicada nesta terça-feira.

Para quem ainda não viu (será que ainda há alguém?) aqui está o vídeo (versão portuguesa):

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

A gente sabe que as redes sociais estão em grande quando...

... Madonna põe uma espécie de anúncio no Facebook a pedir os colaboradores mais loucos que existam à face da terra para trabalharem com ela no novo disco.


"É oficial! Preciso de me mexer. Preciso de suar. Preciso de fazer nova música! Música ao som da qual possa dançar. Estou à procura das pessoas mais loucas, mais doentes, mais fantásticas [no original, é "bad ass"] para colaborarem comigo. Estou só a dizer...... - Madonna"

Alguém interessado?

Redes sociais: as campanhas de 2010

Já em tempo de balanços em relação a 2010, o Advertising Age fez uma lista de algumas das suas campanhas favoritas nas redes sociais em 2010.

Da lista, constam algumas da minhas preferidas:

O Homem da Old Spice - que é, para mim, o grande vencedor de 2010 tanto pela criatividade quanto por arriscar trabalhar em tempo real.




O Projecto Pepsi Refresh - que é um exemplo de como se pode promover uma marca e ao mesmo tempo puxar pela comunidade.



A Máquina da Felicidade da Coca-Cola - como uma ideia simples e barata pode ser um excelente golpe de marketing e um sucesso gigante nas redes sociais.




A campanha da Cruz Vermelha para o Haiti - a organização aproveitou o potencial dos telemóveis para criar a campanha social mais rentável de sempre através dos SMS e juntou as redes sociais para amealhar 32 milhões de dólares (mais de 24 milhões de euros).

Pode ver a lista completa dos favoritos do Advertising Age aqui.

Word Lens, uma app que está a dar que falar

Chama-se Word Lens e é a aplicação para o iPhone que anda na boca do mundo. Lançada na semana passada, a novidade promete traduzir frases em tempo real.

Supondo que tem uma placa em espanhol à sua frente, basta puxar pelo iPhone e ver a tradução em inglês. O melhor é mesmo ver o vídeo.



A apresentação do Word Lens promete uma aplicação revolucionária. Para já, ainda só está disponível a tradução de espanhol para inglês e o contrário. Mas não foi por isso que os bloggers deixaram de se entusiasmar com esta novidade. Claro que, nestas coisas, é preciso dar algum desconto. É, pelo menos, o que diz o Business Insider que garante que o Word Lens ainda não está assim tão completo. Talvez não, mas que a ideia parece estar cheia de potencial, lá isso parece.

Sapo, TVI e futebol

A home page do Sapo continua a liderar o ranking dos portais/sites mais vistos em Portugal no mês de Novembro.

"A Casa dos Segredos" continua a render subidas ao site da TVI, que ocupa o quinto lugar com 11.875.790 visitas.

No top 10, constam quatro sites informativos desportivos (A Bola, Record, MaisFutebol e O Jogo).

Veja os dados completos aqui.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

"The Guardian" rendido às infografias

O "The Guardian" lançou um site dedicado ao jornalismo de dados e infografias. O objectivo é tornar a informação "acessível e fácil de entender".

O futuro da net passará certamente por soluções mais inteligentes na apresentação da informação. Será que há fôlego (quero com isto dizer vontade para investir num projecto que exige mais tempo e menos produção aos jornalistas) para se tornar um bom produto?

Fica o link.

Como se proteger na internet?

Com o recente ataque ao Gawker e ao Twitter, o tema da segurança está na ordem do dia.

O LifeHacker dá algumas dicas sobre como estar mais seguro na internet.

O CNR também relembra o que fazer com as passwords.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Seja solidário, use o Chrome

Entre as inúmeras aplicações que o Chrome disponibiliza, a Google criou uma especial para o Natal. Chrome for a cause pretende que os utilizadores do browser sejam solidários e se associem a uma das cinco causas Google.

O método é simples: consoante o número de separadores ou páginas que abrir, assim é a ajuda dada.

10 separadores = 1 árvore plantada
10 separadores = 1 livro publicado e doado
25 separadores = Construção de meio metro quadrado de abrigo
200 separadores = 1 pessoa terá água durante um ano

A veia solidária do Chrome está activa entre 15 e 19 de Dezembro

Twitter já vale 2.800 milhões de euros

Afinal o Twitter rende ou não rende? A empresa de capital de risco Kleiner Perkins Caufield & Byers acredita que sim, daí ter desembolsado (junto com outros investidores) 151 milhões de euros para a rede social. Esta injecção de capital faz com que o Twitter valha 2.800 milhões de euros. Número elevado mas que não faz sequer sombra aos 18.000 milhões que vale o Facebook ou os 143.000 milhões do Google.

O Twitter tem 175 milhões de utilizadores registados, e a ideia agora é tornar o site de microblogging – que este ano gerará cerca de 40 milhões de euros em publicidade - mais rentável. Como é que ainda não se sabe.

Como manipular o novo perfil do Facebook?

Os novos perfis do Facebook transformaram a maior rede social do planeta numa galeria de novas propostas visuais e artísticas. (pode ver exemplos aqui)

A mudança de "layout" parece definitivamente uma aposta ganha, pela resposta dos utilizadores e pela badalação nos media.

O Facebook parece ter acertado em cheio na tendência de diferenciação. Cada pessoa quer ter um perfil muito próprio e imediatamente reconhecível. Com os novos perfis, a coisa torna-se mais fácil. Ou talvez não. Para quem percebe pouco de Photoshop, talvez seja difícil conseguir um perfil todo artístico, mas o "Telegraph" explica neste guia como criar aquele "look" especial.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Mark Zuckerberg, a pessoa do ano e o melhor empregador

Mark Zuckerberg foi eleito a pessoa do ano pela revista "Time".

O fundador do Facebook foi escolhido por "ligar mais de 500 milhões de pessoas e mapear as relações sociais entre elas (algo que nunca foi feito); por criar um novo sistema de troca de informação que se tornou indispensável e às vezes assustador; e, finalmente, por mudar a forma como vivemos as novas vidas, de maneira inovadora e até optimista".

O especial da "Time" revela fotos de infância de Zuckerberg e oferece uma entrevista em vídeo com o CEO do Facebook e um clip sobre como é trabalhar na empresa, que podem ser vistos aqui em baixo.






Zuckerberg não é só a pessoa do ano como também o melhor empregador. O Facebook foi eleito a melhor empresa para trabalhar em 2010 pelo site Glassdoor.com. O gigante das redes sociais bateu toda a concorrência e Mark Zuckerberg tem uma taxa de aprovação de 96% entre os seus funcionários. Os resultados estão todos aqui.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

As tendências 2010 no YouTube

O Google já revelou o que foi mais pesquisado em 2010, o Twitter divulgou as principais tendências, o Facebook, as palavras que mais se repetiram e o YouTube não escapou aos balanços.

Aqui fica o link para passar o ano em revista no YouTube.

Para que serve o novo perfil do Facebook? (II)

Para fazer arte.












Actualização: E também há em português:



Imagens do TechCrunch Europe, TechCrunch FranceDaniel Pellegrino e Daniel Morlim.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O que bombou no Twitter em 2010

Com o fim do ano aí ao virar da esquina, os gigantes da internet fazem o balanço ao que deu que falar. O Google já divulgou a sua lista e o Twitter acaba também de o fazer relativamente aos trending topics de 2010.

A lista do Twitter é interessante porque as questões políticas e sociais parecem levar a melhor sobre as celebridades - isto numa altura em que o reino dos famosos dispara na internet.

Na lista do Twitter, o líder dos trends de 2010 é o derrame de petróleo no Golfo do México. O segundo lugar vai para o Mundial de Futebol e o terceiro para "Inception", título original de "A Origem", o filme de Christopher Nolan e Leonardo DiCaprio.

No balanço de 2010, constam ainda temas como o terramoto do Haiti, a vuvuzela ou o iPad. Justin Bieber só vem em nono lugar. Chega para liderar na lista das personalidades, mas quem vem em segundo? Esta é difícil de adivinhar. Dilma Rousseff, eleita presidente do Brasil. Sinal de que os brasileiros estão em peso no Twitter, mas também prova de que a política assume um papel importante na rede social de microblogging. Já há quem diga que os utilizadores do Twitter têm mais QI do que os das redes concorrentes. Será?

Lista global de trends de 2010 no Twitter:
1. Gulf Oil Spill
2. FIFA World Cup
3. Inception
4. Haiti Earthquake
5. Vuvuzela
6. Apple iPad
7. Google Android
8. Justin Bieber
9. Harry Potter & the Deathly Hallows
10. Pulpo Paul

Veja mais dados sobre os trending topics aqui.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

A conquista mundial do Facebook

É o Facebook a conquistar o mundo e a dominar as redes sociais. Nos mapas, a azul, pode-se ver a evolução da rede social de Mark Zuckerberg num ano e pouco. Só a Oriente parecem resistir.

Fotos retiradas daqui

Maior anunciante mundial vai das telenovelas para as redes sociais

A Procter & Gamble Co., responsável pela expressão "soap operas" por ser a grande patrocinadora das telenovelas nos EUA, está a virar-se para as redes sociais. Depois de 77 anos, o maior anunciante mundial deixou as novelas porque chegou à conclusão de que a audiência feminina, que é o seu principal alvo, já não vê televisão como dantes. Novas apostas: Twitter, Facebook, YouTube e afins.

A mudança poderá estar também relacionada com o gigante sucesso de uma das suas marcas. A Old Spice liderou neste ano as campanhas virais nas redes sociais com os vídeos de resposta publicados quase em tempo real na já famosa campanha "Smell like a Man, Man". Os resultados são bem evidentes: o número de seguidores da Old Spice cresceu 2700% - não há engano, é mesmo 2700% - no Twitter.

Saiba mais sobre a nova aposta da empresa aqui.

Zeitgeist 2010: Carlos Cruz mais pesquisado que Justin Bieber em Portugal

O Google revelou nesta quinta-feira as palavras mais pesquisadas no motor de busca em 2010. Divididos por várias regiões, os resultados de Portugal trazem algumas surpresas: Carlos Cruz, por exemplo, bate Justin Bieber nos nomes emergentes.

Carlos Cruz foi a pessoa mais pesquisada no Google em Portugal. Segue-se Justin Bieber e Alicia Keys fecha o pódio. No top 10, estão mais dois portugueses: Cristiano Ronaldo (7) e Tony Carreira (9).

No top geral dos termos mais pesquisados, o trio da frente é Facebook, YouTube e Portugal. Já nas palavras com crescimento mais rápido na procura do Google, o líder absoluto é a "Casa dos Segredos".

Veja todos os resultados aqui.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

7 conselhos para estratégias vencedoras nas redes sociais

O Mashable publica um texto muito interessante sobre o que as grandes companhias (e não só) têm de fazer para se darem bem na grande selva das redes sociais.

É só clicar.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Para que serve o novo perfil do Facebook?

É uma das notícias do dia na internet. O Facebook mudou a cara aos perfis dos utilizadores e o falatório começou. Para já, a novidade - anunciada em primeira mão por Mark Zuckerberg em entrevista ao "60 Minutos" - ainda está apenas disponível a quem se "alista", mas será aplicada a todos os facebookianos nas próximas semanas.

Mas o que muda afinal com o novo perfil? 

Em primeiro lugar, a rapidez de acesso à informação básica sobre o utilizador. Antes, era preciso pesquisar um pouco para saber mais sobre a pessoa. Agora, os dados essenciais - ou pelo menos os que o Facebook considera assim - aparecem logo no topo da página, logo a seguir ao nome.

Depois, mudam as fotos. Em entrevista ao "60 Minutos", Mark Zuckerberg admite que a importância que as imagens ganharam na maior rede social do planeta foi inesperada. As pessoas gostam de fotos. E o Facebook responde puxando para cima as imagens mais recentes do utilizador.

O novo perfil inclui também informação sobre o tipo de relações entre utilizadores. Passa inclusivamente a ser possível ver quais as pessoas mais próximas de alguém.

Os gostos e interesses figuram agora em linhas de imagens.

Estas são as principais mudanças e o resultado é mais ou menos assim:


Garante o Facebook que as alterações não têm qualquer influência nas configurações de privacidade escolhida pelo utilizador. Quer isto dizer que, mesmo com o novo perfil, só vê os dados quem tem permissão estabelecida previamente. Nada muda.

De uma forma geral, o novo perfil parece facilitar os contactos e apostar num layout mais visual, que também simplifica a leitura. Quem não gosta muito das fotos, é capaz de não ser grande fã, mas a boa notícia é que essa parte também é editável. Quer aderir ao novo perfil? É só clicar aqui.

A mudança do layout do Facebook tem sido assunto quente na blogosfera mundial e acabou até por "abafar" a conversa de Zuckerberg no "60 Minutos". É uma pena porque o trabalho jornalístico tem bastante interesse, não só pela entrevista, mas também pelo que mostra do ambiente de trabalho no Facebook ou pela abordagem da "guerra" com o Google. Fica o vídeo:

Chegaram os gadgets para cães e gatos

Era o que faltava inventar? Talvez não, mas alguns deles são capazes de fazer sucesso. Um atirador de bolas de ténis, um fio de lã que se mexe sozinho para o gatinho lá de casa, uma máquina de fazer bolas, daquelas tipo de sabão, mas com sabor a bacon e mais uns quantos gadgets que poderão alegrar a vida dos cães e gatos.

A lista completa pode ser consultada aqui.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Groupon diz não à Google

A Groupon terá recusado uma oferta de aquisição da Google a rondar os 6 mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros). Não será fácil dizer não ao gigante da internet, mas a Groupon decidiu manter-se independente depois de uma semana de namoro entre as duas empresas, de acordo com a imprensa.

O site Groupon nasceu há pouco mais de dois anos, mas tem vindo a afirmar-se no mercado dos sites de comércio electrónico. A ideia é simples: disponibilizar grandes descontos, que se concretizam assim que haja o número suficiente de utilizadores interessados. Ganha o negócio publicitado, que se promove, ganha o cliente, que paga menos, e ganha a Groupon, que recebe uma parcela dos lucros.

A ideia arrancou em Chicago e alargou-se entretanto a várias cidades e países. Também já existe em Portugal, sempre com um desconto novo por dia.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Os 12 truques para brilhar nas redes sociais

O Social Media Examiner publicou um texto de Tia Doby, copywriter e especialista em marketing, sobre os 12 truques que qualquer utilizador das redes sociais deve seguir.

Ficam alguns:

Faça perguntas no Facebook
Oiça antes de escrever
Use o search.twitter.com
Dê à audiência o conteúdo que ela quer
Repita os seus tweets

O texto inclui uma série de dicas úteis para pessoas e marcas. Pode lê-lo aqui.

Web 2.0, a revolução também no trabalho

A revolução da internet é também a revolução das relações laborais. Num mundo altamente competitivo, onde as ideias valem mais do que ouro, ter funcionários criativos e inovadores é fundamental. É por isso que os gigantes da net, como o Google ou o Facebook, investem tanto para manter os trabalhadores satisfeitos.

O vídeo com os escritórios da Google em Zurique, na Suíça, é um daqueles clips que recebo regularmente no meu mail. Volta e meia, há alguém pasmado com as instalações da Google que resolve partilhar e atiçar a comunidade quando-eu-for-grande-quero-trabalhar-num-escritório assim. Quem ainda não viu, pode espreitar um desses vídeos aqui em baixo.



Crise é palavra que não tem muita saída na Google. Em 2011, os funcionários vão receber um aumento de 10% nos salários, entre outras vantagens decididas pela empresa.

Se na Google, os funcionários são mimados, no Facebook não lhe ficam atrás. No gigante das redes sociais, também há comida à borla nos escritórios de Palo Alto e outros privilégios que podem ser consultados aqui.

Com tanto mimo, não admira que estes chefes tenham caído nas boas graças dos trabalhadores. E o que é curioso é que as empresas que mais crescem são também aquelas em que os funcionários mais gostam de quem manda, como se pode ver no gráfico abaixo, publicado no site Business Insider a partir de dados do Glassdoor.


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Bem-vindos ao 2ponto0, perdão, 2.0

Nos últimos anos, tenho lido bastante sobre a nova internet. Sou uma entusiasta da web 2.0 e da revolução que está em marcha. O que está aí é uma comunicação com um alcance e um poder nunca antes vistos na história da humanidade.

Os livros deixaram de ser suficientemente rápidos. Quem melhor tem falado sobre a web 2.0 é mesmo a internet, com novas histórias todos os dias sobre experiências pioneiras, resultados, surpresas, fracassos.

O 2.0 - é 2ponto0 no endereço do blogspot porque o Google não permite o . nas moradas - vai partilhar alguns dos textos que vou consultando sobre a nova web.